Mudança residencial da blogueira Alice Salazar – primeira parte
21 de outubro de 2015
Personal Organizer! Você pode contratar um!
30 de junho de 2017

Harmonia e equilíbrio no lar com o Feng Shui

Spread the love

Estudo milenar das energias nos ambientes orienta o alcance elevado de organização de espaços

Apesar de se tornar mais popular no Brasil há alguns anos, o termo Feng Shui não pode ser facilmente interpretado, pois abrange um estudo complexo sobre organização de ambientes com foco na harmonização de energias circulantes e também no equilíbrio de seus habitantes. Com o objetivo de oferecer um serviço mais completo, a empresa especializada em organização Armonizzare Ambientes Organizados (armonizzareambientes.com.br), de Novo Hamburgo, incluiu o estudo de Feng Shui, desenvolvido pela arquiteta Luana Marchini. O Feng Shui é uma arte chinesa milenar e divide-se em algumas escolas. Aqui no Brasil, os estudiosos seguem mais a linha ocidental – adaptada para nossa cultura, com mais simplicidade.

Luana conta que a linha oriental da técnica é riquíssima e possui peculiaridades muito exóticas, como por exemplo, a colocação de fitas vermelhas coladas do chão até o centro da parede e a crença de que dormir sob vigas não traz boa Sorte. Aqui no País, a adaptação é diferenciada, muitas vezes seguindo os ensinamentos da escola do “Chapéu Preto”, de origem tibetana. “A harmonização de ambientes tanto residenciais como comerciais a partir do Feng Shui proporciona equilíbrio pelo realinhamento das energias do local, conectando o espaço a quem o utiliza, trazendo assim mais fluidez e prosperidade para o dia a dia”, explica a especialista.

Com o uso das cores, formas, cristais e objetos é possível fazer com que a energia (chi) circule pelo local de forma equilibrada, fazendo com que ela não fique estagnada em determinados pontos da casa. A harmonização pelo Feng Shui pode ser percebida por meio da mudança de móveis, objetos, cores e plantas incorporadas ao espaço. Também pode ser sentida, uma vez que os ambientes ficam mais leves e mais organizados. O período de duração do estudo do projeto de organização com feng shui fica em torno de duas semanas, com investimento baseado no metro quadrado do local desejado, podendo chegar à média de 500 reais. Além da consulta presencial, já é possível solicitar o serviço de forma online.

Como é feito o Feng Shui?

O primeiro passo para a harmonização de ambientes com Feng Shui é a visita técnica do especialista à casa do cliente, onde dúvidas são esclarecidas. Para o desenvolvimento do trabalho são indispensáveis dados relativos à planta baixa, medidas e fotos do local. Para determinar as áreas de atuação, o especialista usa um diagrama conhecido como “Baguá” (ou Pa-kuá), que indica a direção da casa que corresponde a uma área da vida pessoal do indivíduo. Por exemplo: o quarto e a sala apresentados nas fotos ao lado, são divididos nas áreas de relacionamento, sucesso, criatividade, amigos, trabalho, prosperidade e família. Alguns itens são colocados intencionalmente para ampliar os efeitos energéticos, como podemos observar no quarto, algumas duplas de objetos (cristais e porta-retratos acima da cama) reforçam as boas energias da área do relacionamento, e uma flor sem espinhos com crescimento para cima, fortalece a área do sucesso. Na sala, por sua vez, a área determinada pela saúde recebe um vaso de plantas/flores naturais amarelas com base de terra e cristais da história familiar que habita a casa. Luana lembra que em determinadas áreas, como a da saúde, só devem receber plantas verdadeiras. Plantas decorativas podem ser usadas, mas em outras áreas que não interfiram. Ao final do estudo, o cliente recebe um dossiê completo com as intervenções necessárias que ele próprio deve executar, além de dicas e sugestões que podem ser feitas para a planta baixa, passando pelo terreno. É possível pensar o projeto todo a partir do Feng Shui, desde a construção de uma casa ou prédio.

Feng: significa “vento” e indica que pela casa circula uma energia poderosa e vital tão invisível como ele.

Shui: significa “água” e mostra que essa energia pode ter o comportamento da água, circulando como um rio em um lugar ou estacionado como um lago em outro. Essa energia é chamada de “chi” pelos chineses e seria como a “energia vital”.

Pronúncia: “fon xuei”

Benefícios do Feng Shui:

  • Diminuição da poluição visual;
  • Desapego do que não é mais necessário e do que não traz mais felicidade;
  • Equilíbrio entre as cores utilizadas no mesmo ambiente;
  • Utilização de objetos e materiais que não se choquem entre si.